Esqueci uma data

Já se tornou uma cena comum no cinema quando a mulher fica uma fera porque o marido esqueceu uma data comemorativa, como “dia do nosso primeiro beijo” ou algo assim até datas bem sérias, como o aniversário dela. Existem as queixas, situações e tudo neste enredo culmina na conclusão que eles são insensíveis e rudes e no final tem que se desdobrar em mil para resolver a situação.

O fato de estes momentos terem peso diferentes para as pessoas não significa obrigatoriamente falta de carinho ou cuidado. Mas veja bem, esquecer o aniversário de alguém muito próximo ou até mesmo uma data especial em comum como casamento, evidencia desorganização. Temos calendários, agendas, papeizinhos, enfim uma infinidade de recursos para nos fazer lembrar de ocasiões que podem ser muito significativas para o outro. E isso é parte da manutenção que todo relacionamento deve ter para continuar sempre fértil e bonito. Bem parecido com uma planta, que temos que regar, posicionar bem, enfim cuidar para que fique mais bonita e viva mais.

As tais “mentirinhas neutras” neste caso não atenuam e ainda pioram o contexto. Tentar justificar o esquecimento dizendo que se lembrou perfeitamente da ocasião e estava de saída para comprar um presentaço, mas devido a um imprevisto ocorrido durante este período tão complicado no trabalho é exaustivo só de escutar. Desculpe-se por ter esquecido e aproveite o tempo restante para celebrar o tempo restante da data da melhor maneira possível. Se a lembrança veio apenas um ou alguns dias depois não perca a oportunidade para cumprimentar e presentear quem você quer bem.

No caso específico de um casal é difícil de engolir, mas com o tempo que não vale a pena apenas ter razão, o melhor é ser feliz. Se um dos dois deixa mais a desejar pela memória, que tal a outra parte levar a situação com bom humor e dar dicas ou trazer à lembrança o fato? No melhor estilo de uma antiga campanha publicitária de uma marca de bicicletas, espalhe bilhetinhos por todo lado sugerindo” Não se esqueça da data tal…”

Gestos costumam denotar carinho e um verdadeiro, mesmo que lamentando por ter esquecido algo, é facilmente percebido por quem está com o sentimento em sintonia e acima de tudo entende que relações verdadeiras são o bem mais precioso e deve ser preservado. Mesmo que tenhamos que relevar algumas coisas e compreender outras.
Agora marmanjos leitores, se para compensar um lapso de memória a alternativa imaginada for um jantar especial e um belo presente-surpresa, suas chances de sucesso nesta empreitada aumentam sensivelmente…

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: