Férias, friozinho, fondue

Chegamos a julho. Nossa! Metade do ano! Mês de possíveis férias para muitos.

Mil atividades, programas, convites. Às vezes é até difícil escolher. Mas, uma coisa deve estar presente: o comportamento adequado, sempre.
Você foi convidado a passar alguns dias em casa de amigos? Pondere se o convite vai lhe agradar,caso contrário, você pode recusar. Se aceitar, algumas dicas para tudo ser impecável da sua parte:

Pergunte o que deve levar. Caso não peçam nada, leve uma peça útil ou decorativa, chocolates, queijos ou revistas

Informe-se sobre os horários e o funcionamento da casa, e saiba respeitá-los, comunicando qualquer alteração que se faça necessária.

Mantenha o seu quarto em ordem e faça sua cama, mesmo que existam funcionários disponíveis. Seus objetos de toalete, sempre no nécessaire e nunca espalhados pelo banheiro.

E para ser um hóspede bem agradável, que tal um dia acordar mais cedo e comprar flores para enfeitar a mesa do café da manhã?

Isto sem falar do quanto é elegante convidar os anfitriões para comer fora pelo menos uma vez e também desaparecer um pouquinho e deixá-los à vontade!

Ao partir, deixe um envelope com uma gratificação para cada um dos empregados. Afinal, foram pessoas que colaboraram com o sucesso da sua permanência.

Lembre-se de agradecer e oferecer a sua casa. Deixar um presentinho é muito simpático. Regra número UM : ser uma pessoa de ótimo humor e super bem disposta. Não há coisa mais desagradável do que ser aquele convidado que nunca tem vontade de fazer nada e está sempre “de mal com a vida”.

E se você for o anfitrião dessa temporada deliciosa, alguns cuidados para que a estada do seu hóspede seja perfeita:

Dê a ele uma cópia da chave da sua casa. Isto vai fazer com que todos fiquem mais à vontade.

Organizar uma reunião social em torno do hóspede é uma atitude super simpática.

E por falar em reunião, uma ótima pedida nos lugares onde o tempinho é de frio, afinal é inverno, são as fondues.

Com suas panelas próprias, seus réchauds e seus garfos longos, são marca registrada de jantares de inverno, bem descontraídos.

Esses garfos, também chamados de espetos, costumam ter alguma identificação nas pontas dos cabos, geralmente uma marca colorida, para evitar que se misturem entre os comensais.

As fondues mais tradicionais são as de queijo (servida com pedacinhos de pão, não tão fresco), carne (acompanhada de molhos saborosos) e chocolate (que pede frutas e pedacinhos de bolo) para a sobremesa. Existem variações estrambólicas, mas me atenho às mais conhecidas.

O super correto é não levar à boca o espeto que foi mergulhado na panela. Um prato de apoio e um garfo comum devem ser colocados à frente de cada pessoa para que nele se deposite o pão, a carne ou as frutas, recém saídos da panela, que serão levados à boca com o garfo comum. Os itens que eventualmente se percam nas profundezas do fondue, não devem causar pânico. Se não consegue resgata-los, relaxe.

Para acompanhar um bom tinto, espumante ou o que mais lhe aprouver.

Pequenos detalhes de um grande prazer.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: