Pequenas Indelicadezas do cotidiano

” Nooossa…como você engordou! ” , ” O bebê nasce quando? … Já nasceu há 4 meses!”, ” É sua avó? …Não é minha mãe.” E por aí vai.

Quantas coisas são ditas no cotidiano e são totalmente desnecessárias. Tentar se justificar dizendo que não falou por mal não cola, já que não são comentários agradáveis em nenhuma circunstância.

Devemos abolir totalmente a máxima : ” Quem quiser que goste de mim assim, sou autêntico.” Desculpe a franqueza mas quem pensa assim é sem educação, vulgo grosso. Qual a vantagem em fazer constatações desagradáveis e nada elogiosas sobre os outros? A verdadeira polidez vem do coração, já afirmou um pensador francês.
Mas a regra vale para quem foi alvo da indelicadeza também. Nada de toma lá dá cá e responder com quatro pedras na mão. Não vale a pena. Se se trata de alguem que sempre age assim é possivel deixar de frequentar ou minimamente prestar atenção para esta pesssoa. Nossas companhias são escolhas pessoais. Pode ser que um dia alguem dê um fora, saiba relevar. Se é alguem que você gosta que está agindo assim pode estar passando por uma má fase, e você pode compreender, mas se a pessoa é sempre assim, você tem duas opções aceite ou delete.

Responda com calma, mesmo o que não gostou de ouvir. Você se sentirá muito melhor por não ter entrado na negatividade do assunto. E se é alguem que você tem proximidade e gosta, pergunte o porque da atitude. Entre amigos o conversado dá mais certo. Elogiar é uma arte, não economize, nem banalize. Mas depreciar é o fim da picada.

Não são apenas estes comentários ácidos que destoam, apesar de serem os que mais incomodam. É comum , infelizmente, pessoas que não agradecem presentes, não retornam ligações, não confirmam presença, se é que aparecem, não repondem emails. Presentear é um ato de uma tal gentileza, não entendo quem não se manifesta a respeito. Se o presenteado gostou ou não do objeto, isto não importa é o gesto o que conta. Não confirmar presença ou ainda pior confirmar sem saber se irá realmente, apenas ” para garantir”. O empenho de quem organiza uma festa ou evento é tanto, merece atenção. Deixar recados para uma pessoa que não dá retorno vai diminuindo pouco a pouco nosso interesse por ela, nas relações pessoais é claro. Emails sem resposta é como se tivéssemos sido ignorados. Sem contar aí aqueles que nos entopem de piadas, correntes e etc., o que é insuportável. Totalmente permitido bloquea-los nos seus contatos. A justificativa na maioria dos casos é a correria, a falta de tempo. Salvo pessoas que podem estar passando por um período complicado na vida particular e ao sabermos disso devemos compreender e se possível tentar ajudar, estas afirmações são furadas.

Relações precisam ser cultivadas como uma planta para que floresçam e fiquem frondosas. As atenções e carinhos são o estímulo, o verdadeiro adubo para as relações verdadeiras e prazerosas. Sempre fugimos daqueles que só tem problemas para contar, tudo demais é veneno e deixamos de buscar contato com quem não nos dá atenção.
Vamos zerar as pequenas grosserias e buscar um melhor relacionamento com o mundo, em especial com quem gostamos e com quem gosta de nós. Lembrou de alguem? Corra para o telefone e se por acaso ouvir” Nooossa…achei que tivesse esquecido dos mortais, estava me esnobando?” Respire fundo e inicie o exercício da gentileza e compreensão. Às vezes é puxado, mas acredite esta ginástica pode nos trazer ótimos resultados.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: