Etiqueta na Net

A comunicação virtual nos remete imediatamente a praticidade, objetividade e clareza. Portanto, mensagens curtas, focadas e bem escritas são as mais indicadas. Vale lembrar que é sempre fundamental endereçar a mensagem a alguém e iniciá-la com uma saudação.

Identificar o tema que será abordado, mais do que gentileza, é uma obrigação. Colocar no campo do assunto “oi”, “olá” e variações do gênero, em mensagens de caráter profissional, é algo totalmente fora do fora do contexto. Permita que quem recebe a mensagem priorize a leitura de acordo com a importância e a premência do tema.
Formatação, tabulação e alinhamento podem se perder na transmissão do e-mail, mas nem por isso você vai deixar de prestar atenção a isso ao enviar uma mensagem.

Você só envia a primeira mensagem para alguém depois de autorizado ou ter pedido autorização para contato. Uma dica que pouca sabe: se uma pessoa lhe mandar uma mensagem cujo remetente tenha uma configuração como fabioarruda@fabioarruda.com.br, isso significa que ela também possui um site. Várias pessoas possuem um site e não utilizam essa forma de domínio. É uma opção pouco proveitosa. Isto é diferente de você querer usar um endereço separado para assuntos pessoais.

Cabeçalhos de e-mails anteriores devem ser limpos sempre. Mensagens enviadas para mais de uma pessoa não devem exibir os demais destinatários (ou seja, “cco”, ou cópia oculta), a não ser quando é necessário que o item com cópia esteja aberto a todos os envolvidos naquela mensagem (“cc”, ou cópia aberta). Lembre-se de colocar, no texto desse e-mail, que está mandando cópias para os destinatários identificados acima. Resumindo: spams são o maior crime de invasão de privacidade e falta de respeito existente na internet.

O primordial a ser abordado aqui é a linguagem a ser usada na internet. A informalidade das abreviações deve ficar restrita a mensagens pessoais, chats, comunidades virtuais… enfim, não é adequada a um profissional elegante.

Imagens e fotos ocupam grande parte da memória do computador e podem dificultar o envio e o recebimento da mensagem. Assegure-se de que elas são realmente importantes. Caso contrário, elimine-as.

Pelas normas estabelecidas pela etiqueta, mensagens escritas com letras maiúsculas significam que você está gritando. Cuidado: não é essa a idéia que você quer passar.

Em contrapartida, enviar uma correspondência em que todas as letras são minúsculas demonstra desleixo e preguiça.
Os mais tolerantes quanto a certas normas poderiam afirmar que papéis de carta ou de fundo, fontes coloridinhas ou engraçadinhas, recursos visuais e aqueles bem bobinhos emoticons devem ser usados com parcimônia. Ao receber o cartão de visita de alguém em que já apareça o e-mail, isso está lhe conferindo a liberdade para enviar correspondência a essa pessoa, mas PIADAS, TESTES PSICOLÓGICOS, CORRENTES, PIRÂMIDES, PROMESSAS, ORAÇÕES, SIMPATIAS, VISITAS DE ANJOS, QUERUBINS E DUENDES NÃO PODEM SER MANDADOS EM E-MAILS PROFISSIONAIS. SÓ PARA AQUELES AMIGOS QUE PERMITEM QUE VOCÊ TOME O TEMPO DELES DESSA MANEIRA.
Por mais seguro que você possa ser quanto à sua capacidade de digitação, sempre releia uma mensagem antes de enviá-la. Erros de digitação e ortográficos são absolutamente proibidos.

Ao enviar mensagem com cópia aberta, lembre sempre que o destinatário deve ser aquele de precedência hierárquica. Os demais são copiados.
Repasses de mensagens de outrem, apenas com a devida autorização.

Recursos como “alta prioridade” e “urgente”, use-os apenas quando necessário. Não os banalize.

Sempre confira se os possíveis anexos foram devidamente atachados.

Prontidão ao responder a um e-mail reflete uma pessoa interessada e pró-ativa. Mais do que educação pura e simplesmente — o que também é demonstrado por pessoas que não deixam uma mensagem mofar até ser respondida —, está se evidenciando eficiência.

Pages: 1 2

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: